Sintufrj celebra seus 25 anos

 

Vídeo com imagens de décadas de luta foi atração da solenidade no auditório do Roxinho, cenário de muitas assembleias

O histórico auditório Roxinho, palco de memoráveis assembleias, foi o cenário escolhido para a celebração dos  25 anos de existência do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFRJ – Sintufrj. Técnicos-administrativos de pelo menos três gerações prestigiaram o evento organizado pela direção da entidade, na terça-feira, 30, às 10h.

Dois técnicos-administrativos foram os homenageados: Marcílio Araújo, o último presidente da Associação dos Servidores da UFRJ, Assufrj, e o primeiro coordenador-geral do Sintufrj, e a aposentada Regina Célia Alves Loureiro, a primeira integrante da categoria a receber o título de emérita da UFRJ.

Na plateia, João Eduardo Fonseca, o primeiro técnico-administrativo a assumir um cargo de comando na Administração Central da universidade – Sub-reitor de Pessoal, recebeu o carinho merecido dos presentes, como também Agnaldo Fernandes e Roberto Gambine, integrantes da categoria e atualmente pró-reitores de Pessoal e de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças.

 

A exibição do vídeo com a trajetória de lutas e conquistas dos técnicos-administrativos em educação mexeu com a emoção de todos. Foi bom ver as imagens dos companheiros ainda jovens em ação organizando a resistência aos governos totalitários e anti-povo e lutando pela redemocratização do país e em defesa da universidade pública e gratuita. Despertou em todos saudades pelos que já se foram e pelos anos de unidade e ousadia.

O reitor Roberto Leher que estava em Brasília a trabalho foi representado por Agnaldo Fernandes. Entre os ilustres convidados estavam o ex-reitor Carlos Levi e o decano do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas, Flávio Martins.

Cerimônia

A cerimônia foi conduzida pela coordenadora de Comunicação Sindical do Sintufrj, Marisa Araujo, e a mesa composta pelos coordenadores-gerais do Sindicato, Gerly Miceli e Huascar da Costa Filho, pelos homenageados e pelas dirigentes do Diretório Central dos Estudantes Mário Prata |(DCE), Juliana Paiva e Júlia Vilhena.