Assembleia convoca reunião

 

Será nesta quarta--feira, 19, às 14h, no Espaço Cultural do Sintufrj, a reunião dos três segmentos da comunidade universitária da UFRJ. Não falte!

 

O acirramento dos ataques do governo à UFRJ e a todas as universidades públicas do país, após o incêndio que destruiu o Museu Nacional, foi o centro do debate sobre conjuntura na assembleia do Sintufrj realizada na terça-feira, 11, no auditório Samira Mesquita (Reitoria).

E, por unanimidade, foi aprovada a realização de uma reunião com os três segmentos da comunidade universitária (técnicos-administrativos, docentes e estudantes), na quarta-feira, 19, às 14h, no Espaço Cultural do Sintufrj, para discutir a organização de uma ampla mobilização em defesa não apenas do Museu Nacional, mas de todo o patrimônio histórico da UFRJ e das universidades públicas.

 

Propostas

A bancada técnico-administrativa reiterou a gravidade da situação na UFRJ listando outros incêndios ocorridos recentemente. O conselheiro e coordenador do Sintufrj, Huascar da Costa Filho, propôs a instalação de grupo permanente para avaliação das condições dos prédios da UFRJ. Esse grupo seria integrado por pessoal especializado da Coppe, Escola Politécnica, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Escritório Técnico e Coordenação de Políticas de Saúde do Trabalhador (CPST).

A conselheira Raquel Galdino, da CPST, propôs que profissionais da área da UFRJ fossem mobilizados para fazerem um projeto de incêndio e pânico. “Temos todo esse pessoal na casa. Precisamos de uma portaria para a criação dessa comissão”.