10 DE AGOSTO

 

CATEGORIA APROVA PARALISAÇÃO

 

Indignados com os ataques sistemáticos do governo do golpe aos direitos dos trabalhadores (o mais recente é o corte dos 26,05%), os técnicos-administrativos em educação da UFRJ aprovaram paralisação na sexta-feira, 10, Dia do Basta!

Decisão tomada em assembleia no dia 1º também prevê participação nas ações de protestos na universidade e no ato conjunto das categorias na Praça XV. Está previsto ato público na Praia Vermelha com performances para chamar a atenção da população.

 A assembleia aprovou a constituição de uma comissão de mobilização que irá organizar as ações na universidade no Dia do Basta! O Sintufrj já começou a produzir faixas, cartazes, panfletos, adesivos, matérias nas redes sociais dentro do esforço de divulgação da manifestação política

 

 

Mobilização nacional com ocupação das ruas e praças a partir das primeiras horas do dia. Vamos protestar contra o esse governo corrupto e golpista, defender nossos direitos e conversar com a população

 

 

BASTA! DE DESEMPREGO, ATAQUE A

DIREITOS, MORTE NOS HOSPITAIS PÚBLICOS

 

O país vive dias sombrios com o aprofundamento da crise. Desemprego, ataque a direitos, corrupção do grupo que ocu-pou o Palácio do Planalto, entrega das riquezas nacionais a corporações estrangeiras.

O conluio do golpismo saqueou direitos dos trabalhadores com a reforma trabalhista, e tirou do Estado qualquer capacidade de investimento em educação e saúde (verdadeiro genocídios de pobre em hospitais públicos) com a Emenda Constitucional que congelou os gastos públicos.

Na sexta-feira, 10 de agosto, vamos dizer um BASTA! a tudo isso, a este governo e aos candidatos que representam o mesmo projeto. As centrais sindicais organizam uma mobilização nacional com ocupação das ruas e praças a partir das primeiras horas do dia. Vamos protestar contra o esse governo corrupto e golpista, defender nossos direitos e as instituições e conversar com a população.  Defender os serviços públicos e o saneamento básico e outras áreas vitais para a população.

 

Razões não faltam

A categoria vai parar e protestar no Dia do Basta! porque na UFRJ os ataques se materializam de maneira contundente e sistemática. Enquanto a universidade é obrigada a interromper pesquisas, programas de extensão, cortar bolsas de auxílio estudantil, interromper obras e até suspender contratos de manutenção dos campi, em consequência dos cortes de verbas que cada vez mais asfixia a instituição, os seus servidores são atacados pelo governo golpista com o corte de direitos, como dos 28% e dos 26,05%.

O Dia do Basta! no Rio de Janeiro está sendo organizado pelas centrais sindicais CUT, CTB, CSP Conlutas, Intersindical e Força Sindical e está programado vigília durante to-do dia com atividades culturais e panfletagem, e a partir das 16h, ato político na Praça XV.