SEDE - ILHA DO FUNDÃO - Funcionamento: das 8 às 16h - Praça Jorge Machado Moreira, s/n Cidade Universitária, 21941-592, RJ - Tels: 21 3194-7100 - 3194-7101

SUBSEDE - PRAIA VERMELHA - Funcionamento: das 8 às 16h - Av. Pasteur, 250 fundos

22290-140 - Urca - Tel: 21 2542-9143

Concursados assumem na UFRJ

A maioria dos novos funcionários vai para as unidades de saúde da universidade

Na semana que antecedeu o carnaval, 50 aprovados no concurso 293 de 2016 foram empossados em seus cargos pela Pró-Reitoria de Pessoal (PR-4). A média de idade varia entre 25 e 40 anos. As unidades de saúde da UFRJ foram as mais contempladas com o reforço de pessoal. Dentre os recém-ingressos estão 14 médicos, 11 técnicos de enfermagem, cinco enfermeiros, dois radiologistas e um farmacêutico.

A lista dos novos funcionários é completada com 16 contramestres/oficiais – profissionais com formação para atuar em várias frentes de trabalho na construção civil, instalações elétricas e hidráulicas, e carpintaria – e por um pedagogo.

A recepção aos novos técnico-administrativos em educação ocorreu no dia 6, no auditório do Centro Cultural Horácio Macedo, antigo Roxinho, no Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza (CCMN).

 

Saudação do Sintufrj

“É com muita alegria que participamos de mais uma posse na universidade, porque por muito tempo o nosso Sindicato lutou, e luta, pela realização de concurso público”, disse, na saudação aos recém-chegados, a coordenadora de Esporte e Lazer do Sintufrj Noemi Andrade.

 O coordenador de Políticas Sociais da entidade Ruy de Azevedo dos Santos também participou da recepção aos funcionários, organizada pela PR-4.

 

Kit com folder informativo sobre a história do Sindicato, exemplar do Jornal do Sintufrj e ficha de filiação foi entregue aos funcionários.

“É facultativo se filiar à entidade, mas é importante fortalecer o nosso instrumento de lutas para que possamos lutar contra as medidas que cortam cargos e carreiras”, conclamou Noemi Andrade.

 

Segundo a dirigente sindical, “nos organizar como trabalhador da UFRJ, hoje, é uma forma de sobrevivência”.

 

“Venham conhecer seu instrumento de luta, venham para a nossa luta diária! porque nesta conjuntura muito difícil em que vivemos precisamos acumular forças para combater reformas e impedir que o trabalhador público seja chamado de vagabundo e apontado como aquele que tem vantagens sobre os outros”.

 

Mais concursos

Como já faz há algum tempo, a PR-4 mobilizou parte do seu estafe para recepcionar os recém-ingressos na UFRJ. Durante todo o dia, com intervalo apenas para o almoço, os novos integrantes do quadro técnico da universidade foram orientados sobre direitos e deveres e esclareceram dúvidas.

 

O superintendente-geral da PR-4, Pedro e Sá da Silva, recebeu os 50 técnicos-administrativos em educação com uma síntese sobre a importância da UFRJ para o país, destacando o papel da instituição em ensino, pesquisa e extensão, e na prestação de serviços.

 

“A universidade oferece saúde à população do Rio de Janeiro e forma trabalhadores; com a pesquisa, ajuda a atacar os problemas centrais que assolam a sociedade brasileira; e a extensão é como a gente se relaciona com a sociedade”, disse o superintendente.

 

Segundo o representante da PR-4, apesar do recente decreto de Michel Temer, que extinguiu cargos e cortou vagas, a UFRJ realizará mais dois concursos: “Temos dois concursos em andamento, porque a gente prevê que as vagas desses concursos estão asseguradas”.

 

A maratona foi encerrada com leveza e bom humor, graças ao servidor Carlos Toindé, autor de uma peça teatral, da qual é o protagonista, sobre o serviço público.