CUT lança campanha em defesa do serviço público

 

Frente ao cenário de precarização imposto aos servidores públicos, a CUT lançou a Campanha Brasil Forte: Servidores Públicos e Estatais de Qualidade, em audiência pública sobre o tema, na Comissão dos Direitos Humanos do Senado Federal. O objetivo da ação é promover o debate e a luta contra os retrocessos promovidos pelo governo ilegítimo Michel Temer.

 

A campanha tem três pilares principais, explicou a secretária de Relações de Trabalho da Central Única dos Trabalhadores nacional, Graça Costa. O primeiro deles é a revogação da Emenda Constitucional 95, que congela por 20 anos os gastos públicos e investimentos nas áreas sociais. Aprovada em dezembro de 2016, o projeto já produz efeitos negativos em relação aos direitos sociais e ao reajuste do funcionalismo público.

 

O segundo está centrado na defesa das estatais públicas e a serviço da sociedade. Já o terceiro pilar pauta a valorização do serviço público e das estatais.