SEDE - ILHA DO FUNDÃO - Funcionamento: das 8 às 16h - Praça Jorge Machado Moreira, s/n Cidade Universitária, 21941-592, RJ - Tels: 21 3194-7100 - 3194-7101

SUBSEDE - PRAIA VERMELHA - Funcionamento: das 8 às 16h - Av. Pasteur, 250 fundos

22290-140 - Urca - Tel: 21 2542-9143

Greve continua até o recesso parlamentar

Por decisão da assembleia realizada na segunda-feira, 18, a greve dos técnicos-administrativos em educação na UFRJ prossegue até o início do recesso dos deputados e senadores no Congresso Nacional – que, a princípio, ocorrerá no dia 22 de dezembro.

 

A categoria volta ao trabalho, mas mantém estado de greve e a base mobilizada; e, a partir de janeiro, retoma as atividades de rua para dialogar com a população e fazer o contraponto às informações mentirosas veiculadas pelo governo Temer na mídia golpista, a respeito da reforma da Previdência e de outros ataques aos direitos da classe trabalhadora.

 

Como há pendências a serem resolvidas e que mexem com a vida de servidores, a direção do Sintufrj recomendou que as Comissões de Ética e de Organização e Infraestrutura do Comando Local de Greve (CLG)/Sintufrj se reúnam imediatamente para deliberar a respeito.

 

Orientação da Fasubra

A direção da Fasubra e o Comando Nacional de Greve se reuniram na sexta-feira, 15, e decidiram orientar seus sindicatos de base que ainda estavam em greve (num total de 31), a encerrar o movimento com retorno ao trabalho na terça-feira, 19. A partir desta deliberação o CNG/Fasubra se desfez.

 

Mais deliberação da assembleia

A assembleia da categoria também aprovou:

- Convocação pelo atual diretor do Hospital Universitário (HU) de eleições diretas já para a direção geral da unidade.

- Confecção de banner gigante pelo Sintufrj e Adufrj para ser exposto na parede lateral do HU (com visibilidade para as vias de acesso ao aeroporto Tom Jobim) com os seguintes dizeres: “Se votar na reforma da Previdência não volta!”

- Articulação com outras categorias que estavam em greve ou não, para retomada do movimento em janeiro com mais força.

- Manter as atividades de rua.

- Realização da primeira reunião dos delegados de base no dia 13 de janeiro ou em data próxima.

- Encaminhamento da pauta interna junto à Reitoria.

- Indicar para a Fasubra a realização de plenária nacional na segunda quinzena de janeiro.

- Pôr o bloco na rua antes do carnaval para esquentar a mobilização dos trabalhadores na UFRJ.