VII Sintae bate recorde de participação

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Com a exibição do vídeo “Retratos do Trabalho na UFRJ” – uma produção do Sintufrj que reúne depoimentos de servidores sobre seu fazer na universidade – teve início nesta segunda-feira, 11, no auditório do Centro Cultural Horácio Macedo (CCMN), o VII Seminário de Integração dos Servidores Técnicos-Administrativos em Educação (VII Sintae).

Até quinta-feira, 14, último dia do seminário, estão previstas apresentação de 162 trabalhos orais e 54 pôsteres de trabalhadores da UFRJ e de outras 18 instituições federais de ensino superior. Esta é a edição do Sintae com maior número de produções inscritas, informou a coordenadora-geral do evento, Karla Simas,

“A universidade tem sido muito atacada e precisamos de seus trabalhadores para defendê-la e buscar mais aliados. Mas também é preciso que a universidade valorize seus trabalhadores. Muitas vezes os técnicos-administrativos não são respeitados pelo seu trabalho cotidiano e ainda não podem tornar pública sua produção acadêmica e intelectual”, afirmou a coordenadora-geral do Sintufrj, Neuza Luzia, que participou da mesa de abertura do VII Sintae.

Saudações

“A universidade é a casa que produz e transfere conhecimento e os técnicos-administrativos são elementos fundamentais dessa engrenagem, porque conhecem as rotinas e são a memória da instituição,” saudou a categoria o reitor em exercício Frederico Leão Rocha na instalação do VII Sintae. Mas lamentou que a estrutura da instituição ainda seja “feudal com barões e desigualdades”.

“O vídeo “Retratos do Trabalho na UFRJ” é importante porque mostra o amor que temos pela UFRJ e que todos, do pintor ao doutor, têm importância para a instituição”, destacou a pró-reitora de Pessoal, Luzia Araújo, acrescentando que a “comunidade conseguirá vencer as tormentas.”

Para a decana do Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza (CCMN), Cácia Turci, “estudantes, técnicos-administrativos, professores e trabalhadores terceirizados são importantíssimos para que essa máquina (a UFRJ) produza os frutos que tem potencial para produzir”. Ela manifestou interesse em tornar permanente a exposição de fotos que acompanha o vídeo “Retratos do Trabalho na UFRJ” permanente no CCMN, “porque é um convite a todos para conhecerem um pouco melhor a nossa UFRJ.”

Vídeo emociona

O vídeo produzido pelo Sintufrj emocionou os presentes no auditório do Centro Cultural Horácio Macedo ao mostrar técnicos-administrativos de diferentes áreas nas suas rotinas de trabalho. “Esses trabalhadores põem em movimento essa complexa máquina de produção de saberes que é a universidade pública, com competência e muito carinho. Parabéns a nós e a vocês que ajudam a construir e fortalecer a nossa UFRJ”, disse Neuza Luzia.

O painel do trabalho na universidade se completa com a exposição de fotos está instalada no hall do salão nobre do CCMN. As imagens capturadas em todos os campi pelo fotógrafo Renan Silva e as fotos do acervo histórico do Sintufrj revelam o cotidiano da produção da categoria na UFRJ. “É o Sindicato mostrando um pouco do que somos”, legendou a coordenadora sindical.

Revista

A superintendente de Pessoal, Rita Anjos, comemorou o aumento da participação dos técnicos-administrativos na atual edição do Sintae. Segundo ela, é mais que o dobro do primeiro seminário, em 2013, quando foram inscritos apenas 106 trabalhos. Ela lembrou também que a categoria conta, desde 2017, com a Revista Práticas de Gestão Pública Universitária (PGPU) para publicação de seus trabalhos, e que a publicação está bem conceituada na Capes (agência de fomento do MEC).

COMENTÁRIOS
error: Content is protected !!