Dados de servidores federais são transferidos para a IBM, diz professor

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O professor Sérgio Amadeu disse que o Sou.Gov.br, o aplicativo do governo criado para armazenar os dados dos servidores federais brasileiros em substituição ao Sigepe,  faz transferência internacional dessa massa de dados para a empresa IBM, nos Estados Unidos. 

Amadeu foi um dos debatedores da instigante mesa organizada pelo Sintufrj e mediada por Ana Maria Ribeiro que discutiu na tarde desta quarta-feira, no Festival do Conhecimento, “Por que é importante proteger seus dados”.

Amadeu informou que o Andes, o sindicato nacional dos docentes do ensino superior, entrou com uma ação para impedir que o Sigepe seja desativado. Sérgio Amadeu é professor da Universidade Federal do ABC e ex-presidente do Instituto Nacvional de Tecnologia e Informação (ITI)

Ele dividiu a mesa virtual com Debora Sirotheau, analista de TI no Serpro, advogada, presidente do SINDPD-PA, diretora jurídica do Fenadados, além de integrante da Comissão Especial de Proteção de Dados da OAB Nacional e da OAB/PA.

Léo Santuchi é especialista em Análise, Projeto e Gerência de Sistemas da PUC Rio, analista de TI na Dataprev e presidente da ANED – Associação Nacional dos Empregados da Dataprev foi o outro convicado.

Ana Maria Ribeiro, ex-diretora do Sintufrj e Técnica em Assuntos Educacionais da UFRJ, destacou a importância estatégica do assunto que interessa não só a comunidade universitária mas a todo cidadão brasileiro.

Na edição de amanhã o boletim Dia a Dia trará mais detalhes desse debate que pode ser conferido na íntegra no vídeo a seguir.

CONFIRA NA ÍNTEGRA NO CANAL DO SINTUFRJ: 

 

 

 

COMENTÁRIOS