Servidor em estágio probatório: veja como será feita sua avaliação

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Vários servidores técnico-administrativos em educação têm manifestado dúvidas em relação ao processo de avaliação. Para esclarecê-los, o Sintufrj ouviu a superintendente de Planejamento da Pró-Reitoria de Pessoal (PR-4), Rita Anjos.

De acordo com Rita Anjos, atualmente são cinco os processos de avaliação pelos quais passam, no período de três anos (6, 12, 20, 26 e 32 meses), os servidores em estágio probatório. 

Passo a passo

Um mês antes de completarem o interstício (intervalo entre os períodos), a diretora da Divisão de Avaliação de Desempenho (DVAVD), Katiane Silva, envia para o setor de Recursos Humanos das unidades o formulário para ser preenchido pela chefia. Esse documento terá que ser do conhecimento do servidor e ter a sua concordância.

Essa rotina muda na última avaliação, a de 32 meses, que é realizada por uma comissão composta por dois servidores indicados pela chefia e dois escolhidos pelo que será avaliado. 

Mas caberá à chefia preencher o formulário e submetê-lo à apreciação do avaliado para que este se manifeste se concorda ou discorda do resultado da avaliação.  

“Desde que a pandemia começou, temos recebido os formulários por e-mail. Mas muitos servidores têm dificuldades para preencher e assinar os formulários. Porém, como a maior parte dos servidores da UFRJ está tendo acesso ao SEI (sistema de gestão de processos e documentos eletrônicos), resolvemos passar a tratar deste assunto via processo eletrônico”, informou Rita Anjos. 

Mudança futura

Segundo a superintendente, futuramente a intenção é abrir um único processo para anexar as cinco avaliações. “A DVAVD receberá e digitará a avaliação e a devolverá para a unidade do servidor em estágio probatório, onde ficará até o próximo interstício”, explicou.

Ela espera, com isso, facilitar a rotina para os servidores e acelerar o processo de avaliação, além de proteger melhor os documentos.

Início em julho 

A Superintendência de Planejamento (que engloba também a Coordenação de Políticas de Pessoal, coordenada por Rejane Barros) já está com os formulários prontos para serem disponibilizados no SEI, acompanhados das informações detalhadas, ainda no mês de julho.

A novidade é que neste primeiro momento não será necessário preencher o questionário junto com o formulário com as notas.   

Atualização

Outra iniciativa da Superintendência é atualizar a Resolução 02/1995 do Conselho Universitário que rege o estágio probatório dos técnicos-administrativos. “Queremos modificar os indicadores, pontuação, entre outras coisas, mas não podemos, porque está tudo descrito nessa Resolução. Esperamos preparar o novo texto e enviar para o colegiado até o final deste ano”, antecipou a superintendente da PR-4. 

Rita Anjos explicou, ainda, que no AvaDes (sistema digital de avaliação) os servidores em estágio probatório participam como integrantes das equipes de trabalho, mas sua progressão e/ou aprovação não se baseiam na nota obtida no AvaDes e, sim, nos cinco formulários.

Importante: todas as orientações com as modificações feitas serão encaminhadas aos servidores, Recursos Humanos das unidades e ficarão disponíveis na página da PR-4 (http://cpp.pr4.ufrj.br). 

 

 

 

COMENTÁRIOS