ACT: petroleiros da FNP realizam semana de mobilizações

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

As bases da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) estão realizando mobilizações e atrasos para pressionar a Petrobrás a apresentar uma proposta que garanta reajuste real de salários e valorização dos direitos do ACT. A federação discutirá também a necessidade de construção da greve da categoria a partir da terceira semana de agosto, antes do fim da data-base.

A FNP também irá articular com a FUP um calendário de atos unificados em todas as bases.

Categoria já rejeitou a proposta da empresa

A FNP não caiu no jogo da Petrobrás e deixou claro em que a segunda proposta estava rejeitada pelas assembleias e exigiu que a Petrobrás apresente uma proposta que preserve o ACT e garanta o reajuste dos salários ou apresente sua proposta final ainda essa semana, para que a categoria possa decidir sem a chantagem.

Com o fim da ultratividade dos acordos e negociando sob as novas regras da reforma trabalhista, não dá pra categoria aceitar que a empresa enrole a negociação até 31 de agosto, onde teríamos que analisar a proposta da empresa com a faca no pescoço. Exigimos respeito!

Lucro recorde e pagamento recorde de dividendos

A empresa anunciará outro lucro bilionário no segundo trimestre, além de discutir antecipação de dividendos de 2023 a pedido do governo Bolsonaro. Ou seja, para os acionistas e para o governo, o cofre está aberto. Para os trabalhadores, a gestão da companhia tenta impor rebaixamento de salários e corte de direitos.

Somente com a mobilização da categoria iremos garantir uma campanha vitoriosa! Caso a empresa não recue nos ataques, vamos rumo à greve nacional da categoria!

 

Informações: FNP

 

 

COMENTÁRIOS