Categoria aprova propostas à plenária da Fasubra

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

No próximo fim de semana (dias 14 e 15), a Fasubra realizará plenária nacional e a assembleia geral realizada nesta quarta-feira, 11, no Quinhentão, aprovou propostas e indicou quem irá encaminhá-las nesse fórum de discussões e deliberações da Federação, em nome de toda a categoria na UFRJ.

De acordo com a direção da Fasubra, um dos pontos centrais da plenária será a deliberação da categoria em relação ao projeto Future-se, apresentado há dois meses pelo MEC – neste período, várias universidades já se posicionaram contra.

A plenária será realizada no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias (CNTI), em Luziânia (Goiás).

A Resolução

O Sintufrj, em assembleia geral, resolve:

– Participar ativamente da construção das manifestações do dia 20 de setembro “Dia Nacional de Paralisações e Manifestações em Defesa do Meio Ambiente, Direitos, Educação, Empregos e Contra a Reforma da Previdência”;

– Indicar à Fasubra que faça um debate amplo com os sindicatos da base sobre o processo de desmonte das universidades federais e os ataques aos direitos dos trabalhadores, impulsionando um amplo calendário de debates e de mobilização do conjunto da categoria;

– indicar à Fasubra que convoque uma reunião com as demais entidades da educação e da área de ciência e tecnologia (Andes, UNE, ANPG, CNTE, SBPC e CONTEE) para discutir a organização de um Encontro Nacional em Defesa da Educação Pública, Gratuita e de Qualidade, construindo uma ampla mobilização nacional em defesa da educação e contra os ataques do governo Bolsonaro;

Que a Fasubra busque junto ao ANDES, SINASEFE e outras entidades a construção de um calendário unificado do serviço público em defesa da soberania e contra as privatizações, com indicativo de paralisação de 48h nos dias 2 e 3 de outubro.

– construir, em conjunto com o DCE, a ADUFRJ e a APG, uma campanha unificada em defesa da UFRJ.

COMENTÁRIOS