Direção do HUCFF responde ao Sintufrj sobre volta ao trabalho

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Na última sexta, o Sintufrj questionou a direção do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho sobre a Circular Interna e a Ordem de Serviço que orientavam a volta ao trabalho. Ambos os documentos causaram imensa apreensão entre os trabalhadores do HUCFF, pois davam margem à interpretação de um retorno imediato de todos os profissionais afastados.

Em resposta, a direção do HUCFF ressalvou que os servidores já afastados conforme os critérios adotados pela UFRJ – ter 60 anos ou mais; ter imunodeficiência ou doença crônica; ser responsável pelo cuidado de pessoa com suspeita ou confirmação de contágio por Covid-19;, apresentar sintomas gripais; ser pessoa com deficiência; ter filho em idade escolar, cuja escola não tenha retomado as atividades normais; ser gestante ou lactante; estar encarregado do cuidado de pessoa que necessite de atenção especial; coabitar com pessoa que se enquadre em algum dos critérios anteriores; ou estiver impedido de se apresentar ao trabalho por restrição de acesso (barreiras sanitárias e/ou decretos locais que restrinjam a circulação de meios de transporte) – NÃO TERÃO que retornar ao trabalho no dia 15/06/2020.

Servidores afastados,, no entanto, devem apresentar novamente o atestado médico e/ou a autodeclaração para confirmar o afastamento, ou retornar ao posto de trabalho. Novos afastamentos ocorrerão mediante apresentação de atestado médico.

Os demais itens do questionamento apresentado pelo sindicato também foram respondidos, como a garantia de EPI para todos.

Consideramos estes esclarecimentos importantes, pois dissipam o receio da categoria de uma convocação atropelada e em desacordo com as normas adotadas pela UFRJ.

 

Direção do Sintufrj 

Gestão Ressignificar

COMENTÁRIOS