Conheça a CESTA CAMPONESA: alimentos sem agrotóxico à sua mesa

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Você pode ter acesso a uma cesta de alimentos sem agrotóxico semanalmente a preços abaixo ou nunca superiores aos que são cobrados no mercado convencional de varejo e ainda garantir o escoamento da produção da agricultura familiar.

Basta se cadastrar no site Cesta Camponesa de Alimentos Saudáveis (https://www.cestacamponesa.com.br/) e fazer suas escolhas num cardápio variado de frutas, legumes, frios, produtos de padaria artesanal entre outros.

Você protege sua saúde e afasta veneno de sua mesa.

Encomendas feitas, as entregas são realizadas duas vezes por semana, nas manhãs de quartas e sábados. A área de abrangência  distribuição alcança o município do Rio de Janeiro (inclusive Paquetá) e cidades da Região Metropolitana, como Niterói e São Gonçalo.

Quem organiza a comercialização dessa rede de sistema popular de abastecimento é o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), organização nacional com presença em 18 estados da federação e com trajetória de duas décadas e meia de existência.

Raízes do Brasil

Aqui no Rio de Janeiro sua presença é mais recente, mas com dinâmica movimentada. Beto Palmeira, da coordenação do MPA no estado, explica que o MPA mantém uma casa no bairro de Santa Tereza na qual funciona a Raízes do Brasil.

Nessa casa da Raízes do Brasil funciona uma espécie de entreposto dos alimentos recolhidos dos produtores para a distribuição das ecomendas. Os alimentos são produzidos por famílias camponesas da Baixada Fluminense e Região Serrana, como Teresópolis e Lumiar.

Beto Palmeira diz a pandemia criou dificuldades para as famílias rurais que vivem da agricultura que passaram a ter problemas para a comercialização dos seus produtos.

Além do cenário atípico criado com o coronavírus, Beto Palmeira lembra que o setor de alimentação está cada vez mais dominado por grandes conglomerados o que interdita o escoamento da produção familiar.

Antes da pandemia, uma feirinha organizada pelo MPA era realizada com frequência na campus da UFRJ na Praia Vermelha, com apoio da Escola de Serviço Social.

Hoje, a Raízes do Brasil (Rua Áurea, nº 80, SantaTereza) realiza as quartas e sábado, das 9h às 12h, a Feira Camponesa. 

Neste período de crise sanitária,  o MPA organizou o Mutirão contra a Fome, recolhendo doações de alimentos para atender cerca de 400 famílias em comunidades vulneráveis da cidade. 

Na próxima matéria da série, a contribuição do MPA para o debate sobre a importância da soberania alimentar num país que retornou ao mapa da fome.

Print do site da Cesta Camponesa. ACESSE AGORA: https://www.cestacamponesa.com.br/

 

 

 

COMENTÁRIOS