20 de novembro: Dia da Consciência Negra

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Nesse dia, às 15h, será transmitido pelo Facebook e Youtube da CUT Brasil, a live O racismo estrutural, a democracia racial e o papel dos sujeitos brancos. O ex-presidente Lula também vai mandar seu recado, assim como outras organizações, artistas e representantes de diversas entidades sindicais.  

Racismo estrutural, democracia racial e o papel dos sujeitos brancos são os três eixos da atividade online da CUT no Dia da Consciência Negra, quando também a Central celebrará os 10 anos do Estatuto da Igualdade Racial.

Serão duas horas de programação com cultura, música e muita informação de combate ao racismo e dados sobre a realidade da população negra no mundo do trabalho e na vida. A atividade será apresentada pelas secretárias de Combate ao Racismo da CUT, Anatalina Lourenço e Rosana Sousa Fernandes. O âncora será o jornalista e radialista, Andre Accarini.

Festival Brasil Que Lê

Do dia 7 e 28 de novembro, sempre às 19h, no Facebook e canal do Youtube da Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias, que promove o evento, o ‘Festival Brasil Que Lê’ celebra a arte, a leitura e a literatura. A programação é composta por oito lives com debates, poesias, artes e músicas evidenciando o Brasil indígena, negro, periférico, LBGTQIA+, da ciranda, do jongo, do carimbó, das bibliotecas comunitárias, dos movimentos sociais e culturais periféricos. 

Entre os convidados estão Bel Santos, educadora social e coordenadora do Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário (Ibeac); Lia de Itamaracá, mestra da cultura popular, rainha da ciranda e reconhecida como Patrimônio Vivo de Pernambuco; o escritor Daniel Munduruku e o cantor Chico César.

Participam também representando às bibliotecas comunitárias: Maria Chocolate do Rio de Janeiro, Victoria Dias e Lilian da Conceição da Bahia, Fábio Rogério de Pernambuco, Natália Reis e Leydmilla Alves da Baixada Fluminense do Rio de Janeiro, Suilan de Sá e Cris Lima de São Paulo, Eduardo Peixoto de Porto Alegre e Alana Lima de Belém. 

A transmissão online é gratuita. A Rede Nacional atua pela democratização do acesso ao livro, à leitura, à diversidade e às bibliotecas com atuação em diversas cidades do território brasileiro. São 119 bibliotecas da rede nas regiões Norte, Nordeste, Sul e Sudeste, que atendem um público médio de 30 mil famílias.

Virada da Consciência 2020

De 17 a 22 de novembro, na semana da Consciência Negra, a Universidade Zumbi dos Palmares promove a Virada da Consciência 2020. O evento será promovido via digital, com mesas de debates sobre o racismo estrutural e protagonismo negro em diversas áreas. O homenageado da virada será George Floyd e o tema, portanto será: É Floyds..! – Os joelhos invisíveis que estão por aí. 

O evento também contempla a Flink Sampa, que este ano homenageia Ruth Guimarães e trata sobre literatura e cultura negra. Confira a programação completa em: https://viradadaconsciencia.com.br/

Semana Respeita o Nosso Sagrado

No dia 18/11, quarta-feira, às 19h, Yá Meninazinha de Oxum e Babá Adailton de Ogum participam da live A trajetória da campanha Liberte O Nosso Sagrado. A mediação é dos diretores do documentário Nosso Sagrado, Fernando Sousa e Jorge Santana, que ficará com acesso liberado entre os dias 12/11 e 1º de dezembro. Transmissão é pelo canal do Youtube da Quiprocó Filmes.

A iniciativa faz parte da Semana Respeita o Nosso Sagrado, realizada em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra, e reunirá lideranças religiosas do movimento Liberte Nosso Sagrado para falarem sobre a luta contra o racismo e o preconceito religioso. 

Os participantes contarão também o desenrolar da história da coleção que ainda leva o nome de Museu Magia Negra e o processo para libertar mais de 500 objetos sagrados que estavam há mais de 100 anos no antigo DOPs do Rio de Janeiro, e hoje já se encontram no Museu da República.

A Semana Respeita o Nosso Sagrado, produzida pela Quiprocó Filmes, conta com uma programação que envolve debate sobre a liberdade religiosa, memória e identidade das religiões de matrizes africanas. Além disso, haverá o lançamento do vídeo sobre o processo de assinatura do termo de cessão e a transferência dos objetos sagrados do Museu da Polícia Civil para o Museu da República.

Artistas Meritienses fazem live 

Klein e Marcos Lamoreux, ambos de São João de Meriti, fazem live no Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, para falar sobre racismo e genocídio da população negra.

Durante a transmissão, Klein realizará um Graffiti enquanto discute assuntos como racismo, genocídio da população e encarceramento em massa. A programação vai ao ar no canal do cineasta Marcos Lamoreux no Youtube, onde é possível também encontrar alguns trabalhos realizados pelo artista.

A live se chama “É só uma pintura” e combina graffiti com outros elementos visuais. Dia 20 de novembro, às 20h. Confira no endereço https://youtube.com/MarcosLamoreux

 

 

COMENTÁRIOS