Reitora se compromete a criar este ano o Conselho de Administração e Gestão de Pessoal

Compartilhar:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Na sessão do Conselho Universitário (Consuni) desta quinta-feira, 25 de fevereiro, a coordenadora do Sintufrj e representante técnico-administrativa no colegiado, Joana de Angelis, cobrou da Reitoria a criação e implantação do Conselho de Administração e Gestão de Pessoal, uma reivindicação antiga da categoria e que a reitora Denise Pires, na sua campanha de ascensão ao cargo, se comprometeu a viabilizar.

“Nos, na universidade, demos um passo importante, por meio da reitora ao não assumir o controle de freqüência do governo federal. Essa postura foi uma demonstração de fortalecimento da autonomia da universidade e da abertura do nosso diálogo para dentro da UFRJ. Um reconhecimento, inclusive, de que a avaliação do fazer dos técnicos-administrativos em educação precisa ser tratada a partir da organização desses trabalhadores nas suas unidades, setores, departamentos e da nossa inserção no ensino, na pesquisa e na extensão. E não por uma aferição burocrática da qualidade do trabalho que já prestamos à sociedade”, destacou a conselheira e dirigente sindical.

“Diante disso”, prosseguiu ela, “mais do que nunca é fundamental trazermos para a ordem do dia deste Conselho Superior, a criação do Conselho de Administração e Gestão de Pessoal. Desta forma, tanto os técnicos-administrativos como os docentes, não estariam, a cada situação que tivessem que resolver dentro da universidade, à mercê de uma definição individual, que muitas vezes traz prejuízos para os dois segmentos”.

“O Conselho de Administração e Gestão de Pessoal é uma necessidade da instituição não só para melhorar a nossa organização, mas para que, finalmente, termos uma política de pessoal que leve em consideração a realidade do fazer de cada setor e de cada unidade, considerando as especificidades do trabalho desenvolvido dentro da UFRJ”, frisou Joana.

E acrescentou: “Com o Conselho de Administração e Gestão de Pessoal todas as questões envolvendo os técnicos e os professores serão resolvidas de forma democrática e coletiva e não pautadas por decisões individuais”, afirmou.

Convite

Por fim, Joana convidou a todos que a acessarem a página do Sintufrj na internet para conferirem as contribuições que o Sindicato encaminhou à Reitoria para constarem do PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional da UFRJ) sobre a criação do Conselho de Administração e Gestão de Pessoal – acesse AQUI.

Compromisso da reitora

A reitoria Denise Pires de Carvalho respondeu à demanda levantada pela conselheira Joana de forma positiva: “O Conselho de Administração e Gestão de Pessoal já deveria existir há várias décadas”, disse, e complementou: “Estava no nosso programa e este ano vamos iniciar o seu funcionamento”.

Confira a fala da diretora do Sintufrj e conselheira, Joana de Angelis:

 

 

COMENTÁRIOS